Tem música pra todo tipo de situação. Tem música pra ficar nervoso e sair quebrando tudo, música pra apaixonado, pra ficar na fossa e pra ficar alegre. E pra se inspirar, tem?

Depois de passar por um puta bloqueio criativo, acho que descobri o motivo de eu não conseguir fazer algumas peças pro TCC: música. Comecei a reparar que toda vez que eu sentava pra criar algo eu tava ouvindo aquilo que eu mais gosto, metal. E não saia nada.

Ontem sentei decidido a não sair enquanto não criasse algo que valesse a pena. Abri o iTunes deixei rolar. Acabei percebendo que quando eu ouvia mulheres gemendo e caras se esgoelando no gutural, não conseguia pensar em nada criativo. Daí resolvi mudar o estilo musical. Mudei pra Johnny Cash e aí a coisa veio. Depois de 6 Cds no repeat do mestre country, acabei fazendo peças bonitas, funcionais.

Agora que já sei a fórmula, é só seguir adiante. Também mudei de tom as vezes, com Keane, Pink, Coldplay, Elvis, trilha do Amélie Poulin, e tudo mais que não seja metal nem gótico. Conforme as peças vão saindo, eu vou colocando-as no fotolog, que tá meio esquecido.

Agora a coisa vai.

**********
Falando em fotolog, não sou muito de visitar fotologs alheios (prefiro blogs), mas tava fuçando em alguns e achei uma foto bem legal que um amigo (ou amiga, depende) postou.

Tina um professor no 1º ano da facu que disse que amizades de faculdade começam e terminam durante a faculdade. É com muito prazer que digo que ele está errado.

Vou sair da faculdade com 2 ou 3 amigos que espero levar pra vida toda.

Não quero ter um milhão de amigos, mas amigos que valem por um milhão.

**********
Seguindo a sugestão de um amigo, talvez esse blog possa migrar para outro domínio, com ferramentas mais atraentes para administra-lo e com recursos capazes de me informar coisas bem legais, como até quem acessou o blog, e por onde (ta, quase isso).

Mas isso só depois de acabar o TCC maldito. Aguardem novidades.

Anúncios