Tá, admito: Tropa de Elite é um puta filme, com direito a indicação ao Oscar e o caralho a quatro. Assistindo ao filme dá pra entender o motivo de tanta admiração e sucesso. Capitão Nascimento é o cara.

Explico: o cara é praticamente a voz do povo. Com ele bandido não tem vez. Ele faz tudo que um cidadão gostaria de fazer com um criminoso. Com ele a coisa funciona, a justiça é feita. Ele é a voz do povo. E a voz do povo é a voz de Deus.

Mas nem tudo são flores. Eu queria era ver sangue. Muito sangue mesmo. Jorrando como nos Jogos Mortais 1, 2, e 3, que espero que vocês conheçam. Queria assistir maldades horrendas. Queria torturas horripilantes. Gente estourando, miolos espalhados pelas paredes, olhos sendo vazados, estampidos de balas sacudindo meu quarto.

Um sujeito só carbonizado numa pira de pneus e dois ou três caras sufocando com a cabeça em sacos plásticos era pouco. Qualquer Tarantino, John Carpenter, Robert Rodriguez ou George A. Romero dariam um banho – sempre de sangue – em matéria de tortura e maldade. Cadê as degolas? Cadê o arrancar de unhas? Os olhos furados? As vísceras expostas?

Agora quem falou acima foi meu lado de fã de terror e gore. Mas isso não foi nada que tire o mérito do filme, deixo claro. Achei até ousadia do diretor fazer um filme em que os heróis são a polícia. Explico novamente: em um país onde o cinema promove “heróis” como Zé Pequeno, Majestade, Mane Galinha, Pixote entre outros, é até estranho assistir um longa em que os heróis são pessoas que, nas referências citadas antes, são os vilões dos filmes.

Lembro quando tava num ônibus, há uns bons 4 ou 5 anos atrás, e um moleque solta pro outro: quando eu crescer, quero ser igual ao Dadinho. Dadinho é o caralho, meu nome é Zé Pequeno porra!

Agora vamos torcer para que a nova geração tenha o desejo de, quando crescer, ser igual ao Capitão Nascimento.

**********
E vocês, assim como eu, estão recebendo e-mail aos milhões com piadinhas e citações ao personagem principal do filme? Eu recebo várias, mas uma que me chamou a atenção foram os Capitão Nascimento Facts. Listei apenas os mais legais:

Cap. Nascimento dorme com um travesseiro debaixo da arma.

Getúlio Vargas não cometeu suicídio, ele só pediu pro Cap. Nascimento: “Na cara não, pra não estragar o velório.”

Quando Deus resolveu criar o Universo foi pedir permissão ao Cap. Nascimento e ele respondeu: “Senta o dedo nessa porra!”

Quando Bruce Banner fica puto ele vira o Hulk, quando o Hulk fica puto ele vira o Cap. Nascimento.

**********
Ir trabalhar de domingo é um saco, ninguém merece. Tem só uma coisa que me motiva nesses dias. O site da BBC Brasil e a coluna do fantástico Ivan Lessa. Esse eu recomendo.

**********
Eu achava que tava cedo, mas já tem alguns blogs e sites que estão fazendo suas listinhas de melhores e piores do ano. Pensando nisso eu já estou preparando a minha, sobre vários temas.
Assim que eu publicar, os leitores me façam o favor de comentar com as suas preferências sobre o tema. Vô ta esperando.

**********
Nunca pensei que teria que chegar a esse ponto, mas era isso ou fazer nas calças.

Foi a cagada mais cara que dei na vida. Mas também foi a mais gostosa.

**********
-Você veio aqui só pra me dar o DVD?
-Não. Tive que passar no marketing também. Mas se não tivesse, eu viria do mesmo jeito.

Tem amigos que não nos importamos em fazer pequenos sacrifícios apenas pra dar um oi.

**********
Zero dois, me dá a 12.

Anúncios