You are currently browsing the monthly archive for janeiro 2008.

São momentos como esse que faz você ter orgulho de seu videogame.

Você ta no quarto jogando Gears of War. Aparece sua mãe e pergunta qual o nome do filme que você ta assistindo.

Quase não deu pra segurar a lágrima de felicidade.

**********
Você sabe que a visita chegou pra ficar quando seu irmão começa a andar de camiseta e cuecas pela casa, com ela junto.

**********
É isso. Não aconteceu mais nada de interessante nesses dias chuvosos.

A primeira vez que descobri o real significado da palavra multiplayer foi em meados de 97. Naquela época foi lançado Goldeneye 007 para Nintendo 64, considerado o bisavô dos jogos de tiro online, que serve de referência até hoje. Na tela, até 4 jogadores se destruíam em tela dividida, num mata-mata frenético que durava horas a fio.

Agora os tempos mudaram. Sai a tela dividida e entra a conexão banda larga. Tiroteios agora em tela cheia, contra aquela pessoa do outro lado do mundo, fazem parte da vida de milhares de jogadores atualmente, inclusive deste que voz digita essas pobres palavras.

Sábado passado a diversão tomou conta novamente. Não online, mas de um modo oldschool, como no parágrafo acima. Mas mesmo assim um pouco diferente pra jogar.

Anote os ingredientes: dois Xbox 360, duas TVs, um cabo crossover e duas cópias de Halo 3.

Um dos maiores problemas em jogar com tela dividida é justamente você ver o que seu oponente está fazendo. Isso tira todo o fator surpresa do jogo. Agora, com duas TVs, cada um tem apenas a sua visão, e isso dá a chance de armar emboscadas e se esconder, sem correr o risco do seu oponente saber o que você está fazendo.

Isso sim que é multiplayer. Esqueça as telas divididas.

**********
Depilação pubiana, além de ser um ato de higiene (assim penso eu) é também um sinal de como anda sua vida sexual.

E você percebe que sua vida sexual está jogada às traças quando percebe que há praticamente um terreno baldio entre as suas pernas.

**********
O Albergue 2 não foi o melhor filme da minha vida, mas mesmo assim foi memorável.

Destaque para as várias participações especiais. Principalmente a de Rugero Deodato, diretor do ultra violento Cannibal Holocaust.

**********
Parece que estou voltando aos velhos tempos, comprando 3 revistas de games diferentes por mês.

**********
Nunca julgue um livro pela capa, diz o profeta. Mas mesmo assim não resisti e comprei a Rolling Stone com a Alessandra-puta-que-pariu-que mulher-é-essa-Ambrósio na capa.

Tomara que o resto da revista seja tão interessante quanto a capa.

**********
Conhece Smallville? Então, sabe aquela cara de pidona da Chloe?

Então, quando desliguei o celular hoje fiz a mesma cara. Piada interna, liga não.

Eu sei que esse espaço está jogado às traças, mas não dá pra atualizar isso com uma conexão discada.

**********
Enquanto isso, minha assinatura mensal da Xbox Live vai pro saco.Tio Bill não quer saber se to sem modem.

**********
Guitar Rock Tour não é o melhor jogo do mundo, mas o que se pode esperar de uma versão de Guitar Hero pra celulares?

Sem falar nos clássicos de bolso. Heroes, Run to the Hills e Smoke on the Water, todos em versões 8bits, com sonzinhos tipo blips e blops

**********
E mais um blog foi adicionado a lista ao lado. Trata-se do zer0grau, projeto de um amigo meu que fico muito feliz em participar.

A idéia é evoluir pra um site de games, mas vamos começar como todo mundo: com uma continha no blogger e um bloco de notas.

**********
Deu na BBC. Fiz as contas e vejo que o resultado se aplica em todos os dias do meu ano.

**********
E aproveitando, essa vai pra uma amiga, que é tarada pelo Chaves. Não, não aquele presidente.

**********
Amigos são especiais. Mesmo assim tenho poucos.

Não quero ter um milhão de amigos, mas amigos que valem por um milhão – e que ainda por cima fazem merchan do seu espaço virtual.

Ainda bem que, contrariando o ditado popular, arrependimento não mata.

**********
Sim, a sexta temporada de Smallville deixou de ir para o vinagre. Pelo menos é o que eu acho, depois de três episódios sensacionais, um atrás do outro.

Um deles, em especial, tem uma cena que é daquelas que fazem você assistir repetidas vezes. Um diálogo (ou melhor, discussão) que vai dos 28min e 45sec a 30min e 45sec do já citado episódio.

Exatos dois minutos. 120 segundos que resumem algo que até hoje é (e sempre será) difícil de compreender, nos levando a uma vida de idas e vindas, num turbilhão de sentimentos, acumulados ou não, em vários anos.

Claro, não pensem que direi qual é o episódio. Assim fica fácil demais. Baixem, comprem, aluguem, peçam emprestado, assistem no Warner Channel ou pelo SBesteira. Detalhe: são 22 episódios.

Kittie – Funneral for Yesterday. N.E: primeira música que é, na verdade, parte da trilha do jogo Project Ghotam (Não aquela do Batman) Racing 4.

Sirenia –
My Minds Eye

Flicts – Em Nosso Coração

To Die For – Fragmented

Krypteria – At The Gates Of Retribution

**********
Sim, tempo de vacas magras no fim de semana. Nada mais, nada menos que três foras.

**********
– Você tem O Caçador de Pipas?

– Sim.

– Me empresta?

– Aceita sair comigo?

– Ah, por favor, empresta vai? Faz um tempão que quero ler.

– Faz um tempão que quero sair com você.

– É bom saber disso.

Sim caro leitor, mas não se empolgue. Como disse lá em cima, foram tempos de vacas magras no fim de semana.

**********
Alguns verbetes do Dicionário Aurélio dos Games:

Gamístico: Relativo a games.

Tilt: quando ocorre um problema com o jogo, obrigando-o a travar.

Morrer: no jogo, quem morre é o personagem, e não o jogador.

Salvar: gravar o progresso m algum momento do jogo; ir até o final do jogo.

Viciado: pessoa que joga bem. Às vezes usado no sentido literal.

Cagar: ato de ter sorte nos jogos.

Life: energia vital de seu personagem no jogo, também conhecida como vidinha, ou barra de energia.

Pato: pessoa que não sabe jogar ou que é ruim em certos tipos de jogos.

Noob: pato de lan house.

Pro: profissional, que joga bem pra burro.

Rox: relativo a algo muito bom; de proporções notoriamente boas.

Quitar: ato de sair de partidas online ou em rede em determinado momento do jogo, geralmente quando se vai perder.

Ownar: ato de ganhar várias partidas com êxito; ganhar muitas vezes. N.E: já ownei várias partidas de Halo 3 e Call of Dutty 4.

Lagar: quando os computadores ou videogames sofrem um “atraso” na respostas a certos comandos.

Sabotar: ato de fazer uma asneira capaz de destruir o próprio time. N.E: em Call of Duty 4, sabotei minha equipe uma vez. Ao invés de lançar uma granada explosiva, joguei uma granada de luz. Resultado: 8 personagens do meu time cegos temporariamente e 7 mortos.

Detonado: estratégia que mostra passo a passo como salvar em um jogo.

Sabe, acho que tem alguém lá em cima que não gosta de mim. Tudo bem, eu não gosto dele também Aliás, nem acreditar nele eu acredito.

A merda começou logo no trem. Você imagina que será picado por uma abelha em qualquer lugar, menos num trem lotado. Depois de sentir a dor da ferroada por um bom tempo, ainda tive que ver meu indicador esquerdo ficar do tamanho (e formato) de um pinto. Se pelo menos fosse o dedo do meio, pelo menos faria algum sentido.

Depois a bomba. Ou melhor, o raio. O raio que o parta. Chego em casa ensopado e com o já citado dedo em formato de rola. Vou para o quarto e ligo o computador. Nada acontece. Medo.

A chuvarada de ontem (17/01) teve conseqüências graves. Resumindo: um computador, um modem e dois estabilizadores queimados. Estabilizadores queimados e destruídos, já que eu, num acesso de fúria e raiva, os destruí numa combinação mortal de chutes e uma imitação tosca de Kratos e suas Blades of Athenas atacando os inimigos.

O computador já foi salvo por paramédicos, que tiveram que usar um desfibrilador (tipo House, Grey´s Anatomy, entre outros) para ressucitá-lo, causando um dano ao meu bolso de 70 pratas + 50 por um estabilizador novo. Já o modem faleceu de vez, com o médico anunciando o óbito por volta das 21h do fatídico dia. Bem, na verdade já era noite.

Enquanto isso, digito essas letras em Times New Roman, tamanho 12, com uma conexão discada, até gastar cerca de 100 pratas pra comprar um modem novo. Sem modem, lá se vai pelo espaço também minha chance de jogar na Xbox live. E vocês sabem muito bem o calvário que passei pra assinar essa merda né?

Definitivamente, tem gente lá em cima que não gosta de mim. Muito.

**********
Eu sei, eu menti sobre a quantidade de coisas que queimaram na minha casa, numa ligação de celular com o sinal fraco. Mas era o único assunto que eu tinha pra puxar.

Mas não, não é aquele típico caso clínico de que a gente só aprende a dar valor quando perde. Não cheguei a esse ponto.

**********
Faz cinco minutos quer minha mãe me pediu um DVD emprestado. Me disse que queria um filme legal, pra ajudar a dormir e essas coisas.

Eu coloquei no aparelho dela Madrugada dos Mortos. É um filme legal, eu disse.

Talvez seja por isso que o pessoal lá de cima não gosta de mim.

**********
Kevin Smith, na introdução de Dogma, seu 4º filme sobre a chamada “trilogia(!!) de New Jersey”, diz que “até Deus tem censo de humor. Basta olhar para o ornitorrinco.”.

Eu completo, dizendo que “as vezes ele faz piadas sem graça também”.

Quando você menos espera, há uma psicopata no seu pé, como diria Chico Xavier.

**********
Sim, confesso. Sou um cachorro. Um cachorro que não liga no dia seguinte, na semana seguinte e (quase) no mês seguinte.

Depois que eu me fodo ainda fico me perguntando o porquê.

**********
Bill Gates é um cara esperto. Além de encher o rabo de dinheiro, ele criou (tá, não foi ele, mas sim seus funcionários) o XBox e seu filhinho, o 360. E pra matar de vez, cria algo chamado Xbox Live.

Bill, muito esperto, te vende o videogame com um brinde: um mês de Xbox live gratuito. Você, quem tem uma banda larga não tão larga assim, resolve fazer um teste. E não é que deu certo?

Sua vida social, que já não era das mais agitadas, se torna reclusa de todo e qualquer contato humano. Você começa a passar o final de semana inteiro online, isso quando não chega do serviço e já vai direto pro videogame.

Já disse que Bill é um cara muito esperto? Quando você mal percebe, lá se foi o mês de acesso grátis. Daí vem a pior parte, a crise de abstinência. Jogar sozinho não tem a mesma graça de antes, e em pouco tempo você já consegue prever todos os movimentos do computador.

Você, na sua crise de jogar com alguém de carne e osso, começa a pesquisar meios de como fazer pra renovar sua assinatura. Mercado Livre, E-bay e a prostituição são as formas mais fáceis, mas por sorte do destino você descobre que na Santa Efigênia (ou Ifigênia, talvez?) é vendido cartões de renovação pré pagos (tipo celular).

Daí você percebe a que ponto chegou seu vício nessas drogas pesadas. Um cartão com um mês na Live custa US$ 7,99, cerca de R$12 mangos. Você percebe que há algo errado com seu sistema nervoso quanto paga 30 pratas pelo cartão, e ainda pergunta pro vendedor se ele tem mais pra vender no futuro.

Aí você chega em casa suando e com tremedeiras, insere o código do cartão no videogame sem nem tirar a mochila das costas, senta a bunda na cadeira e começa a jogar. Como um zumbi. Um zumbi com um puta sorriso no rosto e altos níveis de endorfina no cérebro.

Mas Bill, esperto como ele só, não facilita as coisas. Videogames destravados, pra rodar jogos piratas (você acha que pago 200 paus por um jogo?) são sumariamente banidos da rede, sem direito a reembolso. Isso pode acontecer amanhã ou daqui a um ano, não se sabe. O único jeito é comprar um videogame travado, jogo original e o caralho a quatro.

Com videogame novo, você ganha novamente um mês de assinatura grátis. Depois começa tudo de novo.

Bill Gates é mesmo um cara esperto. Por isso ele tem o rabo cheio de dinheiro, e eu não.

**********
Não é que eu não goste do MSN. É que não vejo (tanta) graça em ficar teclando direto, apesar de ter amigos – que conto na mão decepada do Lula – que é mais fácil de encontrar por lá do que pessoalmente. E que me fazem muita falta.

**********
Se você nunca jogou Street Fighter, então você deve ter morado numa caverna em Marte nos últimos 20 anos.

Sabe aquele quadro do Domingo Espetacular, chamado “Depois da Fama”? Bem que poderia rolar um com os personagens do game, como no vídeo abaixo. Na verdade é uma mini série, contando a vida dos principais personagens depois da fama do jogo.

Sem falar que a atuação dos atores é melhor que o filme lançado em 94.

Street Fighter the Later Years – Episódios 1, 2 e 3

Clique nos links abaixo para acompanhar os outros episódios da série, que mais parece dramalhão farofa mexicano. É claro, só tem graça pra quem conhece a série.

Episódio 4

Episódio 5

Episódio 6

Episódio 7

**********
E pra fechar com chave de ouro, essa vai pros nerds de plantão. Inclusive eu.

Quem quiser adiantar o presente de aniversário, ficarei imensamente agradecido.

**********
Saiu um novo trailer de Soul Calibur 4, jogaço de luta que sairá ainda nesse semestre para Xbox 360 e Play 3. Confira abaixo.

Soul Calibur 4

Espera aí? quem são aqueles dois novos personagens? Parece que eles vieram de uma galáxia muito, muito distante.

Se eu não consigo gozar nem com meu pau direito, quem dirá com o pau dos outros?

**********
O amor é uma tigela de água, cheia. Daí vem um cachorro e bebe toda a água, deixando a tigela vazia.

Com o tempo ela vai enchendo de novo. E daí a gente fica esperando o cachorro vir secar a gente novamente.

Filosofando as 3h45 da matina.

**********
Depois de passar quase uma semana sozinho, cheguei a uma conclusão: não sirvo pra morar só.

Pilhas de pratos, copos e talheres sujos na pia. Vários miojos (o Verdadeiro, diz na embalagem) devorados. Cama desarrumada por quase uma semana. Roupa suja (muita) na máquina. Caminhadas de cueca pela casa. Cachorro e gato sem cuidados, quase morrendo de fome. O gato (que não gosto muito) vivendo na merda. Me recuso a lavar o lugar onde ele vive.

**********
Aproveitei pra jogar muito videogame (de cuecas, é claro) e colocar em dia os episódios de Grey´s Anatomy.

**********
E o pior foi quase ter que ficar de joelhos pra alguém vir aqui em casa.

Não vou contar o fato dessa mesma pessoa desistir de vir em casa em cima da hora, mesmo depois de passar, no mínimo, 1h30 dentro de um ônibus fedido.

Como falei pra essa mesma pessoa alguns anos atrás: tão perto e ao mesmo tempo tão longe.

**********
Coisas de fã. Comprar o DVD do filmaço Extermínio 2, ainda em pré-venda, e rezar pros míseros 29,90 passar no seu cartão de crédito.

Como disse, coisa de fã.

**********
Como disse um amigo meu – que no momento sei que estou muito ausente em nossa amizade – nessa semana teve inicio mais um campeão de audiência na maior rede do país.

Por pura coincidência, nessa mesma semana expirou a minha assinatura Gold da Xbox Live.

Mesmo ciente de que o Universo conspira contra esse que digita nessas pobres teclas, eu já corro atrás, via Mercado Livre, de um cartão de renovação pré pago de US$ 29,90, que me garantirá na jogatina online por mais 3 meses.

Coincidentemente, o mesmo período que nossos brothers ficarão confinados.

**********
Calígula não é aquilo tudo que eu imaginava. Claro, tem pinto, bunda, peito e perereca em profusão, mas eu classifico apenas como um filminho tipo Cine Prive, com umas 2 ou 3 cenas mais hardcore. Acho que essa classificação é resultado da minha criação à base de pornôs de verdade, mas deixa pra lá.

Mesmo assim eu não recomendo assistir com a senhora sua mãe ao lado.

**********
E a Globo anunciou a 6º temporada de 24 Horas.

Madrugadas em claro again.

**********
Será que vai passar na TV Globinho?

A 4ª temporada de Lost está para estrear nos EUA, então pipocam no Youtube vídeos com cenas inéditas da série.

Mas um vídeo merece destaque, justamente por não conter cenas novas, mas por fazer um flashback de mais de 70 episódios, tudo em 8m15s. Uma ótima chance de relembrar os principais fatos e mistérios da série.

Destaque para a voz quase robotizada da narradora. Enjoy.

Retrospectiva Lost

Mais de 1/4 de século vivido, formado em publicidade e amante de games, música e pop!

Na estante

tripulacao-de-eaqueletos-stephen-king

Twitter

janeiro 2008
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031