Já ouvi falar de todo o tipo de dor, sendo que algumas até já foram sentidas por esse quem vos escreve. Dor de cabeça, dor no saco, dor de corno, dor de cotovelo, dor no pau, dor de barriga, dor no dedo mindinho do pé direito. Mas dor de sexo é a primeira vez.

**********
A idéia interessante de um podcast pop com alguns bons amigos não me sai da cabeça desde um recente bate papo por MSN. Mais notícias em breve.

**********
Incrível como até o iTunes pode nos surpreender. Colocado em modo random, passo os dias ouvido o bom e velho rock. Desde o black metal do Demonoid, passando pelo gothic metal (impossível citar uma banda só), indo até o death do Arch Enemy e o psychobilly do Horror Pops, com paradas no pop do The Sounds e Le Tigre.

Claro, tenho de tudo um pouco. Hardcore, punk, praticamente todas as vertentes e ramificações do rock. Até um pouco de eletrônico. Jazz e Blues (pouquíssima coisa). Country? Só Jhonny Cash, mas ta bom demais. Tenho até alguns mela-cuecas dos anos 80. Muita coisa, quase 30Gb em MP3s.

Mas ainda me espanto quando, após uma seleção matadora de umas 10, 12 músicas na seqüência, sou pego de surpresa com o iTunes tocando o rap de quinta categoria do 50 Cent. Assustado, corro na pasta onde está o arquivo e dou um Shift + Del no infeliz.

Ainda me surpreendo com o tipo de música que fica armazenada por anos a fio no computador, só esperando uma oportunidade de fazer sangrar os ouvidos alheios.

**********
Eu ainda acho o termo “viciado” um tanto pejorativo. Viciado é aquele cara que não consegue largar a dependência de drogas ilícitas e outros males, mas mesmo assim essa notícia tem certa relevância para quem acompanha de longe, assim como eu, o mundo dos games.

**********
Mais uma vez o querido Boca do Inferno publica um ótimo artigo, agora dissecando a vida e obra de John Kramer. Não sabe quem é? Então vá para uma locadora.

**********
Finalmente pus as mãos na 4ª temporada de Seinfeld. Mais uma semana feliz, dormindo com um puta sorriso na cara.

**********
Mais séries:

* Kingdom Hospital é muito louca, no sentido mais literal possível. Claro, uma série de terror que tem o tamanduá mais monstruoso que já vi na vida, um corvo e um cachorro falante, além de uma menininha que mais parece aquela menininha de O Chamado e um casal de retardados só pode ter sido produzida por alguém que deve ter cheirado todas. Nesse caso, Stephen King.

Mas vamos lá, vamos dar uma chance pra mini série. Afinal não passei do episódio piloto ainda.

* O final da 3ª temporada de Grey´s Anatomy nas palavras de Galvão Bueno: Haaaaaaaaja coração!

* O mesmo vale para a 2ª temporada de 24 Horas. Brazilzilzilzil.