Descobri um webgame chamado Passage, e após jogá-lo eu parei para pensar. Ele não chama a atenção pelos gráficos maravilhosos como em Resident Evil 5 e nem pelo enredo maravilhoso de Metal Gear Solid 3. Ele chama a atenção pelo sentimento que aflora do jogo.

Após jogá-lo, a primeira coisa que veio na mente nos primeiros segundos é “que jogo ridículo”. Você simplesmente anda. E anda. E anda. Mas aí eu começava a perceber uma mudança na tela, combinado com uma música emocionante. Não importa o caminho que você segue, você chega sempre no mesmo lugar, no mesmo destino. Confesso que, quando cheguei ao súbito final, já havia rolado uma minilagriminha.

Após algumas jogatinas, na quarta vez você já está chorando de verdade. Você entende a mensagem que o criador quer passar. Você quer jogar novamente, só para testar outros caminhos. Isso é uma obra-prima. O game designer, em 5 minutos, consegue passar sua lição de vida em um jogo com gráficos pixelizados, com uma tela de 110X16, onde seu objetivo é pura e simplesmente andar. E andar. E andar.

Você acaba pensando sobre a sua vida. Sobre o que você fez e o que ira fazer no futuro. Não contarei o resto porque você tem que descobrir os sentimentos do game por conta própria. Coloquei o joguinho no Rapidshare pra download, e aproveite pra colocar em prática seu inglês para entender o objetivo do autor com isso.

Anúncios