Não basta comprar o cd novo do Metallica e sair por aí alardeando que é fã de trash metal. Não adianta tocar aquela música do Megadeth no Guitar Hero e se dizer expert no assunto. Fazer chifrinho em Nothing Else Matters é coisa de cabaço. Há muito tempo o site Metal Storm divulgou uma lista que todo headbanger deve seguir para se tornar um verdadeiro fã do Trash Metal.

– Seja violento.
– Seja agressivo.
– Mostre ódio.
– Se não pode mostrar ódio, mostre raiva.
– É proibido demonstrar outras emoções.
– Exceto ódio e raiva.
-Nunca, jamais, sob qualquer circunstância, sorria. Sorrir é coisa de gay.
– Cante sobre matar, violentar, torturar e destruir pessoas.
– O Thrash old-school é o único Thrash.
– Não seja James Hetfield.

001
– Não seja Dave Mustaine.
– Não ouça Punk. Punk é coisa de gay.
– Secretamente ouça Misfits.
– Odeie bandas novas. O Thrash old-school é o único Thrash.
– Odeie Crossover. O Thrash old-school é o único Thrash.
– A vida é uma merda, o governo é uma merda, você rejeita essa porra de lugar, você despreza essa porra de raça humana.

002
– Mesmo que tenha 15 anos de idade, diga que se lembra das notícias sobre a morte de Cliff Burton.
– Diga que chorou naquele dia.
– Os anos 80 foram os melhores para o Thrash, tente ter nascido nos anos 60 – ou 70 para ter lançado seu disco durante aquele período.
– Lance seu melhor álbum em 1986.
– Se não puder, que seja em 1987.
– Esqueça o Thrash após os anos 90. Anos 90 foram muito  não-Thrash.
– Se a sua banda se separar no início dos anos 90 você tem permissão para retornar no início dos anos 2000. Lance 2 álbuns e separe a banda novamente.
– Se não separou, finja lançar um álbum de “volta às raízes”, após uma década só lançando merda.
– Tenha o  album Master of Puppets.

metallicafanatic_master_of_puppets
– Se você não tem o album, você não é trash metal.
– Ouça apenas esse album.
– Às vezes ouça Reign in Blood também.
– Chame o Metallica de vendido.
– Chame o Megadeth de vendido.
– Chame (Coloque o nome de qualquer outra banda de Trash Metal) de vendido.
– Baladas são gays.
– Nomear uma música como The Ballad é mais gay ainda.
– Ponha isso na sua cabeça, você jamais foi criança.
– E quando foi, sua infância foi cheia de tristeza.
– Mas ao menos você não foi molestado. Deixe isso para os babacas do New Metal.
– Você nasceu velho.
– Violões são permitidos apenas para mostrar proeficiência, ou fazer intros, e interlúdios.
– Lembre, para riffs são permitidas apenas duas cordas, a quinta e a sexta.
– Para solos, você tem a primeira e às vezes a segunda.
– Você não é o Kreator, nem Sodom, nem Destruction. Nem nunca será.
– Tente ser eles.

003
– Não seja Death Metal. Death é coisa de idiota.
– Não seja Black Metal. Black é coisa de idiota.
– Não seja Progressivo. Progressivo é coisa de idiota.
– Power-Thrash? Isso é muito não-Thrash.
– Death-Thrash? Isso é muito não-Thrash.
– Black-Thrash? Isso é muito não-Thrash.
– Progressive-Thrash? Isso é muito não-Thrash.
– Post-Thrash? Isso é muito não-Thrash.
– Sinta o fogo do Thrash Metal queimando sua alma.
– Olhe para você, seus sentimentos são mais fortes que o ódio.
– Cante sobre religião, sobre matar Jesus e afins.
– Diga que é católico, mesmo não sendo de verdade. Ou diga ser ateu e lembre-se: Satã é divertido, nazistas eram divertidos e serial killers são divertidos.

005
– Só um membro da banda pode cantar.
– Os outros só podem gritar em refrões.
– As palavras que eles devem gritar são: Die, Kill, e Hell.
– Não tenha amigos, amizade é coisa de gay.
– Não tenha namoradas, isso é gay.
–  Peide muito.
– Arrote muito.
– Se tiver uma namorada, peide e arrote na cara dela.
– A hostilidade do Death Metal contra os gays foi emprestada do Thrash.
– Ao citar suas bandas preferidas sempre cite o Metallica primeiro.
– Como moramos no Brasil, cite Sepultura, Sarcófago, entre outras, sempre que pintar um assunto ligado a caixões e funerárias.

006
– Secretamente, ouça Pantera.
– Quer dizer, secretamente ouça os primeiros álbuns do Pantera.
– Não importa se agora é legalizado, processe o Napster.
– Perguntar sobre bandas de Thrash Melódico é a coisa mais gay que alguém pode fazer.
– Death, Death Angel, Dark Angel, Morbid Angel, Morbid Saint – Essas bandas não são as mesmas.
– Escrever regras para o Thrash Metal atrai garotas.
– Ler regras do Thrash Metal também.
– Seja inimigo de seus companheiros thrashers.
– Ouvintes do Trash Metal precisam ter um cabelo muito comprido.
– Tenha uma calça rasgada.
– Compre uma camiseta novinha do Metallica, deixe-a tomando sol por 1 mês direto e lave-a com cândida, pra dar aquele ar de roupa gasta e, por isso, Trash Metal.
– Tente ficar com cara de raiva nas fotos.
– Sempre olhe pra câmera, mas a cabeça tem que ficar inclinada pra cima ou pra baixo.
– Diga pras pessoas que você viveu a época da troca de fitas cassete. Não importa se você tem só 15 anos.

007
– Sempre saia de shows com o rosto manchado de sangue.
– Esse sangue tem que ter saido do nariz de terceiros.
– Dê mosh até os braços caírem do corpo.
– Dê mosh até que suas pernas quebrem ao meio.
– Odeie tudo que não é Trash Metal.
– Não tenha senso de humor.
– Mije fora do vaso.
– Não beba nada além de cerveja e whisky.
– Lembre-se de tocar solos tão rápido quanto você descarrega suas fezes.
– Odeie árvores, trolls, fadas, magos, elfos, lobos e coisas não trash metal. Essas coisas são gays.
– Diga que O Albergue e Jogos Mortais são filmes leves, mesmo que você tenha quase vomitado no cinema.
– Tenha certeza de ser burro e perdedor o suficiente para escrever as regras do Trash Metal. Caso contrário, seja burro e perdedor o suficiente para ler as regras do Trash Metal.

**********
Agora tô copiando textos de sites gringos. Cheguei ao extremo. Falta de criatividade é isso aí.